No último dia 23/03 Plutão mudou de signo, um acontecimento muito importante na astrologia, afinal, esse trânsito vai durar pelo menos 20 anos, influenciando toda uma geração. 

Você já deve ter se perguntado alguma vez na vida, por que está aqui e quais as lições que veio aprender. A resposta para essas questões pode estar em Plutão. 

Planeta de trânsito lento

Os planetas de trânsito lento nos influenciam pessoalmente e também exercem influências na história, entre as nações, os povos e as civilizações. E Plutão é um dos planetas mais lentos do sistema solar. Ele leva 248 anos para percorrer toda a mandala zodiacal. 

E por ser um planeta de órbita irregular, cada um de seus trânsitos pode ter uma duração diferente, já que depende da velocidade de Plutão em relação à Terra e do movimento dos demais planetas do sistema solar.                                                                                             

Por exemplo, o trânsito de Plutão em Capricórnio começou em 2008 e agora ele começa a fazer a sua transição de signo. Ele vai ficar de 23 de março a 11 de junho em Aquário. Depois disso, Plutão volta para Capricórnio onde fica até dezembro. Só em 19 de novembro de 2024 que Plutão fica definitivamente em Aquário pelos próximos 20 anos.

Influência pessoal de Plutão

Plutão está relacionado com o processo evolutivo a partir do ponto de vista coletivo e individual. 

A localização de Plutão no mapa natal indica a área da vida em que a pessoa pode passar por transformações profundas, crises, perdas ou renascimentos. Plutão é um planeta associado à morte e ao renascimento, à regeneração e à transformação, à obsessão e ao poder. Sua influência pode ser muito forte e profunda, especialmente quando Plutão está em aspecto tenso com outros planetas ou pontos sensíveis do mapa natal.

A posição de Plutão no mapa natal também pode indicar a área em que a pessoa pode ter poder pessoal, força de vontade, determinação e resiliência, mas também onde pode haver manipulação, controle excessivo ou comportamentos obsessivos. Além disso, a posição de Plutão no mapa natal pode indicar a área em que a pessoa pode ter um interesse especial por temas ocultos, psicologia, sexualidade, poder, regeneração ou transformação pessoal.

Por exemplo, se Plutão está no signo de Escorpião no mapa natal de uma pessoa, isso pode indicar que ela pode passar por transformações profundas em relação à sexualidade, ao poder pessoal, ao dinheiro ou à morte e renascimento. Essas áreas da vida podem ser fontes de força ou de obsessão para essa pessoa, e ela pode ter uma grande capacidade de regeneração e transformação pessoal nesses campos. No entanto, essa pessoa também pode ter dificuldades em lidar com questões de controle, manipulação ou obsessão nessas áreas da vida.

O número de aspectos que Plutão forma com outros planetas num mapa natal indica o ritmo da mudança evolutiva nesta vida. Em outras palavras, o número de aspectos que envolvem Plutão estão correlacionados com a intensidade do estado evolutivo, ou seja, o quanto a pessoa está tentando realizar ou se esforçar nesta vida. Quanto maior o número de aspectos, mais o indivíduo está desejoso de acelerar seu desenvolvimento evolutivo. 

Plutão e a nossa evolução

Existem quatro maneiras que Plutão interfere ou contribui para o nosso processo evolutivo.

A primeira é através dos choques emocionais, causados por alguma situação trágica, como por exemplo alguma perda profunda. Esse processo, associado à uma mudança radical, é capaz de produzir um “salto” evolutivo em muitas pessoas. 

A segunda maneira é através de relacionamentos que são capazes de nos transformar. Como assim? Pode ser um novo amigo, um novo amor, um conjunto de conhecimentos obtidos através de um livro, o início de uma nova meta, e assim por diante. 

Todo e qualquer relacionamento que surge na nossa vida nos traz novas informações e conhecimentos que não tínhamos antes. Ou seja, é uma transformação. E esses relacionamentos são capazes de nos ajudar a crescer e a evoluir, além das

limitações existentes, alcançando novos níveis de consciência e de autodefinição.

A terceira maneira é através de situações em nossas vidas nas quais nos

tornamos conscientes de alguma fonte externa ou interna de estagnação ou

limitação que bloqueia o nosso desenvolvimento. Neste caso nós nos tornamos conscientes de um bloqueio interno ou externo que impede o nosso desenvolvimento, e sentimos a necessidade de encontrar a origem desse bloqueio. 

Quando isto ocorre, nós evoluímos porque a origem do bloqueio foi descoberta e resolvida. Passamos então a viver de uma maneira nova, devido a essa busca. 

A quarta é quando nos tornamos conscientes de uma nova capacidade ou aptidão até então desconhecida ou adormecida em nós. Este processo é desencadeado, em vários pontos da nossa vida, através de condições internas ou externas que dão origem a um novo impulso, uma nova ideia, um pensamento ou um desejo.

É importante salientar que esses quatro processos não ocorrem necessariamente de forma isolada ou separada. Um processo pode desencadear ou conduzir a outro. Uma pessoa pode, por exemplo, pode tornar-se consciente de uma aptidão num momento crítico da sua vida. E essa consciência poderá então ser responsável pela descoberta de um bloqueio que a impede de desenvolver essa habilidade, ou seja, uma coisa leva à outra. 

Por isso, quando nós estudamos um mapa e observamos essas questões mais profundamente, nós nos damos conta de que não existem vítimas. Nós não somos vítimas de nada nem de ninguém. As nossas experiências e situações que passamos, por mais adversas que pareçam ser, refletem de certo modo a nossa condição e a nossa necessidade para as lições que nos trarão alguma transformação, alguma evolução. Quer se conhecer mais através do seu mapa? Agende o seu atendimento aqui

Se você gosta desses conteúdos, você pode me apoiar me pagando um café, ou mesmo me seguir no InstagramTikTok e Youtube. Obrigada! ❤️

@canalelevese Plutão entrou em Aquário ♒ entenda o significado desse planeta no nosso mapa #astrologiacarmica #plutao #regeneracao ♬ som original – Eleve-se
Fernanda Correia

Sobre Fernanda Correia

Jornalista, astróloga e editora do Eleve-se. Capricorniana com Ascendente em Touro, ama tudo que faz conexão com a terra e está sempre disposta a aprender. É uma eterna pesquisadora de temas como astrologia cármica e espiritualidade.

Postagens Relacionadas