A clarividência é um dos muitos tipos de habilidades psíquicas que uma pessoa pode ter. É a capacidade de receber informações extrassensoriais por meio de visões, imagens ou símbolos. No entanto, há outra mediunidade relacionada que é menos conhecida, mas não menos importante: a clariaudiência.

A clariaudiência é a capacidade de ouvir informações extrassensoriais, que podem incluir vozes, sons, música ou mensagens. As pessoas que possuem essa habilidade são capazes de receber informações de fontes que não estão fisicamente presentes ou que não podem ser ouvidas por outras pessoas.


Como a clariaudiência se manifesta?

A clariaudiência pode se manifestar de diferentes maneiras. Algumas pessoas ouvem vozes claramente, como se alguém estivesse falando diretamente com elas. Já outras podem ouvir sons ou músicas distantes ou em segundo plano. Há ainda aqueles que ouvem as vozes como se estivessem “dentro da cabeça”, como se estivesse imaginando.

A clariaudiência pode ser usada para ajudar outras pessoas, assim como para o desenvolvimento pessoal. Por exemplo, uma pessoa com essa habilidade pode receber informações de fontes espirituais ou de guias espirituais que podem ajudar a tomar decisões importantes. A clariaudiência também pode ser usada em práticas de cura e meditação, onde as informações recebidas podem ajudar a identificar bloqueios emocionais ou físicos.

No entanto, a clariaudiência também pode ser assustadora ou difícil de lidar, especialmente se as vozes ou mensagens forem negativas ou perturbadoras. É importante que as pessoas que possuem essa habilidade aprendam a gerenciá-la e usá-la de forma responsável, estabelecendo limites e procurando ajuda sempre que necessário.

A clariaudiência é controlada pelo chakra da garganta, portanto, quando está controlado e em equilíbrio, ele permite uma comunicação mais clara. 

Uma boa dica para praticar o desenvolvimento da clariaudiência é meditar. Quanto mais meditação em silêncio for feita, mais se desenvolve a capacidade de ouvir espiritualmente.

Sinais que indicam a mediunidade de clariaudiência

Os sinais variam de pessoa para pessoa, mas geralmente se apresentam da seguinte forma:

  1. Ouvir sons, músicas ou vozes que outras pessoas não conseguem ouvir.
  2. A pessoa sente que alguém está falando diretamente com ela, mesmo que não tenha ninguém no ambiente.
  3. Ouvir sons ou músicas em segundo plano, mesmo em um ambiente silencioso.
  4. Geralmente quem tem essa mediunidade costuma ter sonhos vívidos que envolvem vozes ou sons.
  5. A pessoa consegue distinguir diferentes vozes ou sons que não são do ambiente físico.
  6. Há uma forte atração por música ou sons que ajudam a pessoa a se sentir mais conectada a fontes espirituais.

Alguns casos de clariaudiência

Existem alguns relatos de pessoas famosas que acreditam ter a habilidade de clariaudiência ou que se inspiram em sua arte ou trabalho através dessa habilidade.

A cantora e compositora norte-americana Tori Amos relatou ter ouvido vozes e sons em sua música, que acredita terem vindo de uma fonte espiritual. 

O cineasta norte-americano M. Night Shyamalan também acredita que sua habilidade de ouvir vozes e sons o ajuda a criar histórias e personagens para os seus filmes.

Além disso, há também relatos de pessoas famosas que praticam a meditação e outras formas de conexão espiritual, que podem ajudar a desenvolver ou aprimorar habilidades mediúnicas, incluindo a clariaudiência. Entre eles estão o ator norte-americano Jim Carrey e a cantora colombiana Shakira.

No entanto, é importante lembrar que a mediunidade é uma experiência pessoal e privada, e que nem todas as pessoas que têm essa habilidade se manifestam publicamente sobre ela. É uma escolha individual se compartilhar ou não essa experiência com outras pessoas.

Equipe Eleve-se

Sobre Equipe Eleve-se

Somos a equipe de redatores do Eleve-se e estamos sempre em busca de novidades e assuntos interessantes para você. Quer sugerir um tema? Mande uma mensagem para o e-mail contato@eleve-se.com.br

Postagens Relacionadas