Já aconteceu de você visitar um parque e sentir vontade de tirar os sapatos e pisar na terra? Bem, essa sensação de ter a grama e a terra entre os dedos é realmente benéfica para a saúde. Pisar na terra com os pés descalços é uma forma de se conectar às suas energias curativas e, provavelmente, é uma das práticas de bem-estar mais agradáveis ​​que existe.

Por que pisar na terra faz bem?

Pisar na terra é positivo, porque a superfície do planeta possui uma carga rica em elétrons. Por isso, quando andamos descalços na terra, o corpo absorve esses elétrons – que funcionam como poderosos antioxidantes, capazes de destruir os radicais livres.

Além disso, diversos estudos mostraram que esta simples prática é capaz de aliviar a dor e a inflamação , melhorar o humor , diminuir a pressão arterial além de reduzir os riscos cardiovasculares.

Conheça três métodos de se conectar com a terra

Seja no corpo físico ou simplesmente no espiritual, certamente há algum tipo de troca de energia que acontece quando nossos pés tocam um solo natural. Aqui, vamos ensinar três estratégias para praticar esta conexão:

Pisar na terra permite que elétrons livres da superfície terrestre passem para o corpo, onde podem ter efeitos antioxidantes.

1. Pise na terra: seja num parque, praça ou no seu quintal

Para entrar em contato com essa energia, tudo o que precisamos é de um pequeno pedaço de terra. Não precisa de muito, isso pode ser feito em um parque, praça ou até mesmo no seu quintal. Só não é a mesma coisa usar a terra de um vaso: é importante que essa conexão seja feita da forma mais natural possível. Apenas 30 minutos por dia é capaz de trazer inúmeros benefícios, como reduzir dores, tensões e estresse.

2. Se você tiver espaço, caminhe descalço ao ar livre

Ao caminhar, exercitamos os nossos músculos e sistema cardiovascular, melhoramos nossa saúde mental, reduzimos o estresse e encontramos um bem-estar geral. Se junto a isso tivermos a possibilidade de simplesmente tirar os sapatos, esses benefícios se multiplicam! No entanto, você deve estar ciente de seu entorno, certificando-se de que seja seguro andar descalço. Sendo assim, verifique se o terreno não possui objetos que possam ferir os seus pés, como pregos, cacos de vidro ou pedaços de madeira.

3. Esteja atento aos seus sintomas

Antes de começar praticar a conexão com a terra, descreva os seus sentimentos. Anote num caderno a data e os seus sentimentos, observando qualquer estresse, ansiedade, raiva ou tensão. Feito isso, compare a mudança após a prática.

Os benefícios que esta prática proporciona são suficientes para nos fazer querer ficar mais em contato com a natureza. Portanto, seja de tênis ou com os pés descalços, aproveite esta terapia!

Fernanda Correia

Sobre Fernanda Correia

Jornalista, astróloga e editora do Eleve-se. Capricorniana com Ascendente em Touro, ama tudo que faz conexão com a terra e está sempre disposta a aprender. É uma eterna pesquisadora de temas como astrologia cármica e espiritualidade.

Postagens Relacionadas